quinta-feira, 19 de abril de 2012

3 NUNCA É DEMAIS (a não ser que o terceiro elemento seja um homem...)

Não poderia imaginar melhor tema para iniciar...
Apenas me poderei pronunciar sobre trios com 2 mulheres (felizmente...). Confesso que o meu heterosexualismo empernido faz-me sentir muito repulsa ao imaginar as duas pilas ali a roçar uma na outra...
Graças a todos os santinhos, só tive experiências boas nos trios, e todas memoráveis.
Um trio pode ser algo que revitaliza uma relação, seja ela um namoro, um casamento, uma amizade colorida ou amantizada.
Desde que tenham em atenção algumas regras, principalmente no caso de ser um casal:
- muito diálogo prévio acerca do que querem fazer e do que não querem fazer (nem que o outro faça);
- a certeza absoluta que ambos desejam em igual medida embarcar nessa aventura (e não que é um dos elementos que está a fazer a vontade ao outro...);
- nunca dar mais atenção, no acto, ao terceiro elemento do que à companheira (erro crasso que muitos homens cometem...);
- "procurarem" o terceiro elemento, tentando definir, previamente, as características, físicas e de personalidade, que querem que este tenha;
- pode ser alguém que conheçam (mas apenas se souber ser discreta), mas convém que seja alguém que conheçam apenas para este fim;
- nunca contactarem o terceiro elemento sem estarem os dois presentes (os homens podem ter a tentação de experimentar o terceiro elemento sozinhos...);
- quanto ao local para a aventura, não aconselho a casa de nenhum dos elementos, mas um local "neutro", motel de preferência, pela envolvência e glamour inerentes...

Obedecendo a estas regras, estão reunidas todas as condições para correr tudo bem.
O que vocês acham?
O que é que já experimentaram neste âmbito?
O que gostariam de experimentar?
Que dúvidas têm?



A CULPA DISTO É DE...

A "culpa" deste blog ter sido criado é quadripartida...
As responsáveis são:
Charlotte Encantada
Samantha, The Fox
Carrie, Ups
Miranda Bomba & Lolita.
As autoras do blog "Donas de Casa Depravadas"(http://donasdecasadepravadas.blogspot.pt/) que me conseguiram por agarrado ao monitor à espera de ler os seus relatos e que me desafiaram para criar o meu próprio blog.
Essa culpa tem de ser punida condignamente, por isso serão elas, em uníssono e a uma só voz que irão escolher o tema do meu primeiro tópico.
Cheguem-se à frente, meninas!

APRESENTAÇÃO

Como se impõe, este tópico é para me apresentar...O melhor, para apresentar o "alter-ego" que está à frente da pessoa física que o criou.
Sou o Mestre Splinter, um homem que resolveu relatar e partilhar as suas aventuras e desventuras nas relações que foi estabelecendo com esse ser MARAVILHOSO e MISTERIOSO que é a MULHER.
O nome do "alter-ego" não tem a ver com nenhum grau académico ou alguma tentativa de me colocar num patamar mais elevado do que os restantes mortais, mas apenas uma alcunha que um amigo uma vez me atribuiu.
Desde já aviso que o facto de poder usar uma linguagem crua e explícita nos relatos não pressupõe (antes pelo contrário) qualquer falta de respeito pela mulher em causa, mas apenas a forma desempoeirada e sem tabus com que gosto de abordar o tema da sexualidade.
Princípio inabalável também é o da protecção da minha identidade assim como a das mulheres que, ao longo dos tempos, vão enriquecendo a minha estadia neste Mundo.
Espero que se divirtam, participem e que todos possamos aprender uns com os outros.
Mestre Splinter